Sobre a relação com o orientador

relcaionamento-orientador

Conseguir lidar com seu orientador, às vezes, pode ser bem difícil. Então #ficadica para ter uma relação de amor com ele:

1 – Prazos: o fogo da paixão.

Programe-se e respeite, como nunca, os prazos que seu orientador estabeleceu. Agradeça por ele se preocupar com seu trabalho e ainda te dar prazos!

2 – Apresentação impecável: amor à primeira vista

Apresente um material decente (no formato, na redação, no uso das normas da ABNT) TODAS as vezes que você precisar enviar qualquer pedacinho do seu trabalho para o orientador. Ele vai ficar emocionado, acredite.

3 – O Trabalho é seu, não dele: vida própria

Pesquise, traga ideias, mostre-se interessado. Seu orientador não orienta só você, ele precisa orientar muitos outros alunos. Lembre-se: ele está ali para ORIENTAR, não para fazer o trabalho para você.

4 – Tenha memória de elefante: datas importantes

Lembre seu orientador quando ele pede para ser lembrado de alguma coisa. São tantos trabalhos, turmas e alunos que qualquer pessoa esquece algumas coisas. O trabalho é seu, a preocupação é sua. Ajude seu orientador a ajudar você!

5 – Faça acordos: parceria na relação

Tudo o que for combinado com seu orientador deve ser respeitado. Tudo. Se algo mudar, avise com antecedência. Ele vai te amar um pouco mais.

6 – Orientador também é gente: sem ciúmes

Seu orientador também tem uma “vida lá fora” (quem está fazendo o TCC é vc). Portanto, não apareça no último minuto com o trabalho e exija correção no dia seguinte. Você, com certeza, não é a única preocupação dele.

7 – Redes sociais NÃO: liberdade

Jamais fale sobre assuntos acadêmicos nas redes sociais do seu orientador, a menos que ele tenha te autorizado. Sempre que um aluno manda mensagem no Facebook em um domingo à noite, um orientador pensa em correr para as colinas. Sério.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


× 7 = cinquenta seis